“Se a gente não planta, a cidade não janta” | Ecoativismo

Você não conhece a força de uma mulher camponesa até ouvir da boca dela sua relação e suas histórias com a terra.

Eu vejo o menosprezo por parte dos grupos sociais que não buscam saber da origem do alimento que está na própria mesa. Preocupante.

Se algo que vai para o seu corpo e te afeta diretamente é negligenciado, imagina pedir para refletir sobre o abuso psicológico que essas mulheres sofrem na luta no campo.

Relacionar lutas e entender os elos que nos conectam é lição de casa para todas e todos que levantam as bandeiras contra agrotóxicos e em defesa do meio ambiente e direitos dos animais.

Que veganismo é o seu que tira tempo para defender produtos de multinacionais, mas não pode dar suporte para a iniciativa de mulheres que colhem o que você come?

Dona Maria me deu quase todas as variedades de verduras de sua horta. Não sei se ela imagina que tô levando algo a mais nessa viagem: um sopro de consciência e a certeza de quem eu quero ao meu lado nessa jornada.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s