Luisa Mell e ativistas flagram cenas de crueldade em abatedouro de porcos em SP

Ativistas pelos direitos dos animais realizaram uma ação em um abatedouro de porcos em Carapicuíba, Grande São Paulo, e flagraram imagens perturbadoras de maus-tratos e extrema violência contra os animais que são vítimas da indústria pecuária. Nas filmagens e captação de áudios, é possível ouvir os gritos das vítimas, que estavam amontoadas dentro do veículo de transportes.

Por volta das 3:30 de sábado (19), alguns representantes de Organizações Não-Governamentais e protetores dos animais, como Luisa Mell e Beatriz Silva, chegaram à entrada do Frigorífico Rajá. Ainda do lado de fora, era possível ouvir os gritos dos animais que estavam dentro de um caminhão que ingressou um pouco antes dos ativistas no local. Segundo os presentes, os funcionários estavam agredindo os porcos para saírem do veículo, uma prática comum.

Segundo informações disponibilizadas pela Prefeitura de Carapicuíba e por serviços de informação, o abatedouro Rajá se encontra em região de perímetro urbano, na Avenida Francisco Pignatari, o que é proibido por lei, denunciam ativistas. Aos prantos, as pessoas ofereciam água aos animais que apresentavam sinais de sede. É possível ver nos vídeos alguns porcos sangrando.

Em 2015, um grave acidente no Rodoanel, em São Paulo, deixou dezenas de animais mortos após a carreta que transportava porcos do abatedouro Rajá tombar na rodovia. Alguns sobreviventes foram resgatados e adotados por um Santuário em São Roque, interior de São Paulo.

Ativistas em frente ao Frigorífico Rajá, em Carapicuíba. (Foto: Reprodução/Luisa Mell)

Um comentário

  1. […] Ativistas veganos realizaram uma ação em um abatedouro de porcos chamado Rajá, localizado em Carapicuíba, Grande São Paulo, e flagraram imagens perturbadoras de maus-tratos e extrema violência contra os animais que são vítimas da indústria pecuária. Era prevista a interdição do matadouro por algumas horas, mas algum ativista acabou denunciando a ação o que levou o local a ter a segurança reforçada. Em vídeo após a ação acusaram Alta Almeida de ter feito o contato. / Boletim Vegano […]

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s